Se você pensa que HIV e AIDS tem remédio, "tem sim", entretanto "é para o resto de sua vida".

"ENCONTRADOS NO LEITE MATERNO, ANTICORPOS QUE PODEM IMPEDIR A CONTAMINAÇÃO PELO HIV"


Pesquisadores da Duke University Medical Center (EUA) isolaram os anticorpos de células do sistema imunológico, chamadas células B, no leite materno de mães soropositivas. A seguir, eles demonstraram que essas células podem gerar anticorpos neutralizantes que inibem a transmissão do vírus HIV-1, da mãe soropositiva para seus bebês. 

O HIV-1 pode ser transmitido da mãe para o bebê através da amamentação (transmissão vertical), o que é um grande problema para as práticas de alimentação infantil segura em áreas de alta prevalência do vírus. Contudo, apenas 1 em cada 10 mães infectadas pelo HIV passam o vírus aos seus bebês. "Isso é notável, porque as crianças são expostas ao vírus várias vezes por dia durante o primeiro ano de vida", diz a Dra. Sallie Permar, líder do estudo.

Os pesquisadores então começaram a se questionar se haveria uma resposta imunológica que protege as outras 90% das crianças. Eventualmente, essa resposta poderá ser usada para desenvolver uma profilaxia durante a amamentação para as mães infectadas, evitando inteiramente a transmissão do vírus para os bebês. Os resultados podem ser importantes também para as pesquisas de uma vacina contra o HIV-1. Isto porque os dois anticorpos com propriedades neutralizantes do HIV-1, agora isolados do leite materno, dizem algo sobre a transmissão adulto/adulto, e não apenas sobre a transmissão de mãe para filho.

A Dra. Permar conta que a transmissão do HIV-1 ocorre sobretudo nas mucosas do corpo, superfícies revestidas com células epiteliais, tais como o trato gastrointestinal ou o tecido vaginal/anal. Os compartimentos mucosais todos têm suas próprias células imunológicas. "Estamos entusiasmados com esta descoberta porque as células do sistema imunológico nos compartimentos da mucosa podem trocar informações e migrar entre os compartimentos. Assim, os anticorpos que foram encontrados no leite materno podem agir em outros tecidos".

2 comentários:

Alex disse...

Bom Dia,

Gostaríamos de lhe fazer uma proposta, caso tenha interesse em conhecê-la pedimos a gentileza de que entre em contato conosco pelo e-mail divulgacao@jurua.com.br.

Atenciosamente,
Alex Chagas
Juruá Editora

Alexandre disse...

Oi Alex. Acabei de receber sua proposta na minha caixa postal, e a estarei respondendo em seguida, ok?

Abraços e obrigado!