Contágio pelo HIV entre adolescentes pode aumentar 60% até 2030, alerta Unicef!



"O contágio pelo vírus HIV entre adolescentes aumentará 60% até 2030 se não forem feitos avanços na luta contra a doença nesta faixa de idade, uma das mais vulneráveis, alertou nesta quinta-feira (01/12/2016) o Unicef".

No Dia Mundial de Luta contra a Aids, o organismo advertiu que o número de contágios entre adolescentes pode passar de "250 mil até cerca de 400 mil por ano em menos de 15 anos", se os progressos para combater a propagação do vírus no setor mais vulnerável da população ficarem estagnados.

"A cada dois minutos, um adolescente (as meninas têm mais probabilidades) é contagiado com HIV. Se quisermos acabar com a Aids, devemos redobrar os esforços para nos ocupar de todas as crianças e adolescentes, afirmou o diretor-executivo do Unicef, Anthony Lake, em comunicado".

Segundo dados deste organismo, "cerca de 41 mil adolescentes de entre 10 e 19 anos morreram de Aids em 2015 no mundo todo. Além disso, "1,1 milhão de adolescentes, crianças e mulheres contraíram o vírus no ano passado", sendo a África Subsaariana a região mais afetada. Nesta região, "três de cada quatro novos infectados de entre 15 e 19 anos são meninas".

O Unicef propõe várias estratégias para prevenir os contágios do HIV entre adolescentes e tratar aos que já o contraíram. "Por exemplo, insiste na necessidade de melhorar a coleta de dados e aumentar os esforços para combater a discriminação sexual e a violência contra as mulheres". Erradicar a Aids até 2030 é um dos objetivos do Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas, que diz que quase 37 milhões de pessoas vivem com a doença em todo o planeta.

Nenhum comentário :

Postar um comentário